Cleane Gourmet

gastronomia-francesa-une-cinco-continentes

Gastronomia francesa, bon apetit!

Quando iniciamos um curso de gastronomia com certeza iremos encontrar muitas palavras em francês, não só as receitas, mas utensílios e técnicas que aprendemos com os chefs franceses. Descobrimos a gastronomia francesa. A grande cozinha francesa não se trata de um prato, ou uma série de pratos de prestígio, senão uma forma de tratar os […]

cozinhar

Cozinhar: por que e para quê?

Cozinha-se todos os dias em todos os cantos há milhares de anos. Historiadores apontam o surgimento da cozinha concomitante ao domínio do fogo pelos primatas. Há registros de uma pequena população de macacos, que anteriormente a isso, mergulhava batata-doce em água do mar antes de comê-la, técnica de imersão que constitui um rudimento da cozinha […]

gastronomia russa

Visitando a história da Gastronomia russa

Os russos se mostram ecléticos à mesa. Adoram grandes assados e também os alimentos que podem levar de uma vez à boca. outra instituição nacional – igualmente aperfeiçoada no século de Catarina II – são os zakousky, os nossos antepastos, embora a refeição possa se circunscrever a eles. Em tese, porém, destinam-se a atiçar o apetite para […]

cozinha_caipira2

Cozinha Caipira: sabores de São Paulo

A cozinha paulista, também conhecida como “cozinha caipira”, sempre foi bastante simples. mas saborosa. Sua marca inconfundível na história foi deixada pela tradição bandeirista, na qual coexistem as influências indígena e portuguesa. Os fazeres e sabores da cozinha caipira foram, de fato, um prolongamento da cultura bandeirista. Dos indígenas, o caipira herdou seus utensílios, suas […]

alimentação tropeiros

Feijão e farinha de mandioca : alimentação dos tropeiros durante a colonização

Muitas receitas que conhecemos hoje tem sua origem nos tempos da colonização. Na gastronomia paulista encontramos vários pratos inspirados a alimentação dos tropeiros, que cozinhavam feijão com toucinho e farinha de mandioca. O rio Tietê foi um fator importante nas expedições fluviais para a interiorização do Brasil. O historiador João Vampré destaca-o como essencial para […]

bolacha ou biscoitos

PAULLISHHTAS E CARIOCASS…: Bolacha ou biscoito?

PAULLISHHTAS E CARIOCASS…. A lendária rivalidade entre Rio e São Paulo, normalmente bem-humorada, algumas vezes acalorada, perde-se entre as tardes no Arpoador e os passeios nos shoppings, entre os calçadões de Copacabana e da Paulista, entre Bezerra da Silva e Adoniran Barbosa. Ou entre o azeite e o Ketchup, o “você” e o ”tu”, a […]

escrita

O desenvolvimento da escrita com gastronomia!

Vamos desenvolver a escrita a partir da gastronomia?! Para muitos, escrever não é uma tarefa fácil, dizem que não dominam bem a língua portuguesa e que não conseguem organizar as ideias de forma coerente. Porém a escrita é cobrada em várias situações cotidianas, dentro e fora do trabalho como memorandos, cartas de reclamação, avisos, recados, […]

cultura africana

Culinária africana no Brasil

Os Africanos foram muito importantes na formação cultural brasileira. Uma das heranças mais importantes da inserção dos negros na sociedade está na gastronomia, a culinária africana. A condição de escravo foi determinante para explicar como a técnica culinária dos africanos desenvolveu-se no Brasil. Tendo sido aprisionados na África e viajado em péssimas condições, eles não traziam […]

hortaliças

Hortaliças e Especiarias: influência portuguesa

Na instalação da cozinha portuguesa no Brasil, encontramos o plantio regular das plantas hortenses, indispensáveis na alimentação do europeu colonizador e, por ele, trazidas de Portugal. Diz-se comumente no Brasil, “verduras”,porque são usadas verde, valendo para todos os produtos da horta. “Verdureiro”é sinônimo nacional do “hortelão” português, mais precisamente, do vendedor ambulante de verduras. O […]

LENDA DA MANDIOCA

LENDA DA MANDIOCA

A lenda da mandioca é um exemplo do folclore dos índios tupis. Ela explica a origem desta raiz que é um dos principais alimentos dos povos indígenas brasileiros.   De acordo com a lenda, uma índia tupi deu a luz a uma indiazinha e a chamou de Mani. A menina era linda e tinha a […]



Formada em Pedagoga pela Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), sempre fui apaixonada por educação e pela arte de ensinar. Mas descobri uma paixão: a gastronomia. Estudo muito sobre esse universo e me especializei na cozinha profissional e internacional pelo IGA (Instituto Gastronômico das Américas).

Daí veio a receita infalível:
Misturar, com muita criatividade, alegria e amor, o tempero da Gastronomia e Educação na dose certa!